Compartilhe

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Aluno de 11 anos finge sequestro para evitar reunião de pais


RIO - Um aluno de 11 anos simulou o próprio sequestro para impedir uma reunião de pais e professores em sua escola no município Xinzo de Limia, na Espanha. Segundo o jornal espanhol “La voz de Galicia”, como seu desempenho acadêmico estava fraco, o garoto armou a situação para evitar que seus pais fossem ao colégio. Ele enviou um SMS ao pai, um guarda civil, dizendo que havia sido sequestrado e levado no porta-malas de um Seat azul. A farsa mobilizou centenas de policiais com 50 veículos, durante duas horas, para impossibilitar uma possível fuga de “sequestradores” para outras cidades e até mesmo para Portugal.
Depois das mensagens de textos enviadas pelo filho do próprio celular, seu pai ligou para ele, que atendeu o telefone chorando e fingindo estar muito nervoso. Pela captação do sinal do aparelho móvel, conseguiram identificar que o menino ainda estava em Xinzo. Duas horas após o desaparecimento, o pai percebeu deu por falta das chaves do outro apartamento da família. Ele foi até a outra casa, onde encontrou o garoto são e salvo, avisando a polícia.
O estudante havia pegado as chaves no momento em que saiu para jogar o lixo fora. Escondido no outro apartamento, ele enviou o SMS para o pai. Apesar das reprimendas da escola e da família, o garoto não poderá ser responsabilizado criminalmente devido à sua idade. Segundo a polícia, se o aluno fosse maior de idade, a simulação seria considerada crime previsto pelo Código Penal.


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/educacao/aluno-de-11-anos-simula-proprio-sequestro-para-impedir-reuniao-de-pais-em-escola-na-espanha-7370560#ixzz2JezQPLko

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares