Compartilhe

terça-feira, 22 de julho de 2014

As 10 Fobias Mais Estranhas


O medo é uma reação que aumenta a nossa capacidade de atenção, e é uma forma de autopreservação do indivíduo. (Foto: …Você sabe a diferença entre medo e fobia? Medo e fobia têm conceitos relativamente semelhantes, fazendo com que muitas pessoas confundam os dois.
Segundo a psicóloga Maria Cândida Novello, o medo é uma reação que aumenta a nossa capacidade de atenção, e é uma forma de autopreservação do indivíduo. Já a fobia, é entendida como um medo exagerado, irracional e por algo que não lhe oferece qualquer perigo. Para o indivíduo, é muito mais forte que ele.
Todo mundo tem ou conhece alguém que tem medo de alguma coisa. Medo do escuro, medo de aranhas, medo de bicho-papão... Mas você conhece alguém que tem pavor de mulher bonita? E de dormir? Veja as mais estranhas fobias.

Caligenefobia:
O que é? Medo excessivo de mulher bonita. É o pavor que alguns homens têm ao interagir com alguma mulher bonita. Estudos mostram que muitos homens que sofrem dessa fobia, tiveram uma má experiência traumática com mulheres assim.
Podem apresentar falta de ar, arritmia e até vômitos! Em casos extremos, essas pessoas podem até abandonar empregos ou escolas se houver alguma mulher bonita no local.
Médico aconselhável: psicoterapeuta
Formas de tratamento mais comuns: A forma de se superar esse medo é a exposição progressiva à causa ou objeto da fobia, através de fotos e vídeos de mulheres bonitas, e, se necessário, o uso de medicamentos para tratar a ansiedade.

Afefobia
    O que é? Medo de ser tocado. Aposto que muita gente conhece essa fobia através do Sheldon Cooper, do seriado The Big Bang Theory, já que ele tem medo de contrair germes através do toque.
    É comum essa fobia ser desenvolvida em pessoas que já sofreram abuso sexual ou foram vítimas de atentado ao pudor. Pessoas com Afefobia tem grande aversão à carinho ou relações sexuais.
    Médico aconselhável: psicoterapeuta
    Formas de tratamento mais comuns: O terapeuta dessensibiliza o paciente através de uma série de exposições graduais e autocontroladas ao estímulo fóbico. São ensinadas algumas técnicas para relaxar e para lidar com a ansiedade e reforçar a percepção de que a situação é, na verdade, sem riscos.



    Coulrofobia
      O que é? Medo de palhaço. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, ter medo daquele ser de nariz desproporcional e risadinhas sinistras não é coisa somente de criança, mas de adolescentes e adultos também! Pode ser adquirido através de experiências traumáticas ou ter assistido um filme de palhaço assassino, por exemplo.
      Médico aconselhável: psicoterapeuta
      Formas de tratamento mais comuns: Por ser uma fobia específica, o seu tratamento consiste em exposições graduais ao objeto de pânico, além de relaxamento e ensinamentos sobre como lidar com a ansiedade.

      Hipopotomonstrosesquipedaliofobia:
        O que é? Pelo nome, pode parecer ironia ou sadismo de quem nomeou a doença, mas é o medo de palavras grandes.
        Pessoas que sofrem de hipopotomonstrosesquipedaliofobia têm grande pavor de pronunciar palavras compridas ou complicadas, apresentando nervosismo ou aversão ao escutar esse tipo de palavras, como termos médicos, por exemplo. Ele pode ser causado por medo de pronunciar a palavra incorretamente na presença de pessoas superiores e ser vista como alguém de cultura inferior e medo do ridículo.
        Imagine um Hipopotomonstrosesquipedaliofóbico pronunciando o nome da sua doença.
        Médico aconselhável: psicólogo e psicopedagogo
        Formas de tratamento mais comuns: O tratamento para essa fobia é feito por psicólogo e psicopedagogo que trabalham em conjunto. Se necessário, é indicado também um fonoaudiólogo para ajudar no sotaque.

        Eisoptrofobia:
          O que é? Medo e pavor de espelho. A pessoa que sofre de Eisoptrofobia tem medo de encontrar alguma coisa assustadora refletida no espelho, e como reação, ela foge de toda e qualquer aproximação ao objeto ou lembrança. Quem não se lembrou de alguma cena assustadora de filme de terror?
          Médico aconselhável: psicoterapeuta
          Formas de tratamento mais comuns: O tratamento para essa fobia é através de relaxamento e exposições do objeto de fobia ao paciente.

          Didaskaleinofobia:
            O que é? Medo de ir para a escola. Quem sofre dessa doença, quase sempre crianças, tem grande pavor à escola. Normalmente é devida a alguma experiência traumática, como bullying, ou algum evento estressante. A pessoa didaskaleinofóbica apresenta sintomas como suor, calafrios, estresse, medo de ficar sozinho, ansiedade, pavor à escola, dependência excessiva dos pais, e até desmaios.
            Médico aconselhável: pediatra, psiquiatra ou psicólogo.
            Formas de tratamento mais comuns: O tratamento para essa fobia é através de relaxamento e exposições do objeto de fobia ao paciente. Aconselhamentos e medicações também são eficazes para tratar o paciente.

            Androfobia: 
              O que é? Medo de homens ou de qualquer pessoa do sexo masculino. Podem ser androfóbicos tanto homens como mulheres ou crianças. As possíveis causas dessa patologia podem ter a ver com algum evento traumático na infância, ou não, com algum homem ou menino.
              Náuseas, tonturas, medo de homem, ansiedade e falta de ar quando estão na presença de homens são sintomas de androfobia.
              Médico aconselhável: psicoterapeuta.
              Formas de tratamento mais comuns: O tratamento consiste em seções de exposições do paciente ao objeto de fobia, instrução de relaxamento e controle da ansiedade.

              Aichmofobia:
                O que é? Medo exagerado de objetos pontiagudos, como ponta de guarda-chuva, ponta de faca, tesoura, ou até mesmo um dedo apontado para ele.
                Médico aconselhável: psicoterapeuta.
                Formas de tratamento mais comuns: O tratamento para essa fobia é através de relaxamento e exposições do objeto de fobia ao paciente.


                Ailerofobia:
                  O que é? Medo de gatos ou de ser atacado por gatos. Pode ser fruto de algum trauma com gatos na infância, como ataques, ou simplesmente alguma coisa neles despertam pavor, como os olhos ou as garras.
                  Médico aconselhável: psicólogo.
                  Formas de tratamento mais comuns: O tratamento consiste em exposições frequentes de imagens de gatos, desenhos animados, e depois, ao animal vivo. Técnicas de relaxamento e controle de ansiedade também fazer parte do tratamento.

                  Pantofobia:
                    O que é? Essa, certamente, é a pior de todas as fobias, e também uma das mais raras, pois se caracteriza pelo medo irracional de tudo e muita ansiedade. É isso mesmo! O pantofóbico tem medo de tudo, e isso pode levá-lo a morte sem causas físicas reais.
                    Médico aconselhável: psicólogo e terapeuta
                    Formas de tratamento mais comum: terapia para tratar a ansiedade e acompanhamento psicológico.
                    Pessoas que sofrem de qualquer tipo de fobia devem ter acompanhamento psicológico e procurar tratar o seu medo para que tenha uma vida saudável e equilibrada. A fobia é coisa séria, e pode trazer grandes consequências ao fóbico e às pessoas que o cercam.

                    Fonte: Yahoo

                    Nenhum comentário:

                    Postar um comentário

                    Postagens populares